25 anos

Minha mãe mandou eu pensar sobre o que eu quero da minha vida.

(Mas não foi em tom de conselho, foi em tom de bronca mesmo).

Então eu pensei. E pensei comigo: qual o problema com a minha vida?

Veja bem, minha mãe com 25 anos já era casada, tinha uma filha (eu!), uma casa mobiliada, um emprego, um bom marido. Levava a vida a qual ela foi ensinada a ter. E ela era feliz. E é feliz até hoje. Ela mesma me disse que não  se arrepende de nenhuma das suas escolhas, independente pelo que passamos nessa longa estrada da vida…

Hoje eu tenho 25 anos.

Bem, eu não estou casada, muito pelo contrário (acho que estou longe disso, risos).

Eu trabalho em casa. Moro com meus pais ainda. Tenho algumas tatuagens e o cabelo rosa.

Featured image

Essa é minha mãe, com 25 anos. E essa sou eu, com 25 anos.

 Mas eu já tenho uma formação acadêmica.

Tenho uma marca de artesanato que está indo muito bem, obrigada.

Tenho uma família linda. Amigos lindos. Idéias lindas.

To conseguindo desenhar como sempre quis.

Tenho um céu novo a cada dia.

Tenho os finais de semana para sair e curtir com pessoas queridas, ir a shows que parecem que foram feito sob medida para mim.

Tenho condições de viajar e visitar amigos em outros estados. Tenho a possibilidade de ver minha irmã crescendo profissionalmente e amorosamente, ver meus amigos crescendo também.

Posso dividir com meus pais alguns planos pro futuro – como a construção do ateliê.

Talvez eu não almeje coisas grandes, como um carro ou uma casa. Agora. Mas sinceramente, não sinto falta.

-Ah, mas você tem que pensar no futuro, como vai ser quando você tiver 30 anos, 40 anos, 50 anos?

Eu não sei. Claro, não estou menosprezando o fato de que PRECISMOS pensar no futuro. Mas eu acho muito importante também vivermos o agora.

É por isso que gosto de aproveitar as pessoas que amo sempre que posso, ir a lugares diferentes sempre que posso, ver uma banda que gosto – mesmo que seja a banda da cidade, que ninguém conhece.

Porque pra mim isso é viver.

É isso o que quero para minha vida.

Eu sei que não foi isso que a senhora planejou para mim, mãe.

Sei que gostaria que estivesse casada, talvez com um filho já – e sem essas tatuagens. Também sei que não tenho a maturidade que a senhora tinha na minha idade.

Mas a senhora vive repetindo que o mais importante para você é a minha felicidade.

E eu tô feliz. Minhas escolhas foram diferentes das suas, mas isso não quer dizer que esteja perdida na vida!

Muito pelo contrário.

“Estou tão feliz […] Estou exatamente onde queria estar” (Do filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças).

Te amo mãe 🙂

Anúncios

3 pensamentos sobre “25 anos

  1. Lindaaa!!! Cada um cresce a sua maneira… E admiro todo o crescimento que eu vi em vc nesse tempo que te conheço!!! Vc é toda Leticia… 😉 rss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s